10 Dicas de como escolher nome de empresa

ArtigosCategory
10 min read
Ross Kimbarovsky

Nos últimos 22 anos, fundei várias empresas e conversei com milhares de empreendedores e pequenos empresários. E há um desafio comum com o qual todos eles se questionaram no início dessa jornada: “como escolher nome de empresa?”

Se você nunca nomeou uma empresa, aprenderá rapidamente que o processo normalmente é demorado e frustrante, mas que ele precisa ser ultrapassado, pois ter um nome forte é fundamental. Afinal, 77% dos consumidores fazem compras com base em um nome de marca, segundo dados do Render Forest.

Passamos mais de 50 horas em 2007 quando criamos o “crowdSPRING”. Alguns empreendedores facilmente gastam mais procurando um nome perfeito e, mesmo quando conseguem, ainda precisam arranjar ideias um nome de domínio de site eficiente.

Enfim, nomear um negócio é muito difícil. Essa é uma das razões pelas quais adicionamos a nomeação da empresa como uma categoria de projeto no crowdSPRING. 

Hoje, em vez de gastar dezenas de horas procurando um nome para uma nova empresa, coloco um projeto de nomeação no crowdSPRING e deixo a comunidade de mais de 200.000 criativos encontrar um ótimo nome (e domínio!).

Depois, levo apenas alguns minutos para registrar o domínio na GoDaddy.

Foi assim que descobri nomes para meus outros negócios. No entanto, se você ainda quer aprender como escolher nome de empresa por conta própria, separamos 10 dicas úteis para você levar em consideração durante o processo criativo.

Confira!

Como escolher nome de empresa? 10 dicas

1. Pense no que você quer que seu nome transmita

O nome da sua empresa é uma parte importante da sua identidade e marca. O nome aparecerá em:

  • cartões de visita; 
  • papel timbrado; 
  • materiais promocionais; 
  • no site oficial e muito mais.

Portanto, seu nome deve identificar sua empresa e dar um ar de exclusividade aos seus produtos/serviços. Como assim? 

Os negócios orientados para serviços devem considerar se será fácil para seus clientes em potencial reconhecer quais serviços eles oferecem. Exemplos como “Caminhantes Amigos de Cachorros”, “Contabilidade Brilhante” apontam para os serviços disponíveis naquela empresa.

E isso vale até para freelancers que ainda não tenham uma empresa separada. Considere um nome, a criação de um logo e uma identidade visual para divulgar seu trabalho com mais credibilidade e ser reconhecido pelo seu público.

2. Brainstorm para escolher o nome de sua marca

Depois de entender o que você deseja transmitir com o nome da sua empresa, reserve algum tempo para fazer um brainstorm. Considere palavras que remetem ao seu setor, produtos ou serviços e realcem os benefícios de suas soluções.

Sugestão: Procure traduções gregas e latinas das suas palavras, bem como palavras estrangeiras (o suaíli é muitas vezes uma excelente escolha).

Essa parte do processo para nomear uma empresa pode levar algum tempo. Demoramos cerca de 40 horas para debater e, em seguida, mais 10 para definir nomes antes de escolhermos o crowdSPRING. 

A ferramenta de pesquisa de domínios da GoDaddy pode ser muito útil quando se faz brainstorm. Afinal, é importante saber se o nome escolhido poderá ser reproduzido de alguma forma no endereço para o site do seu negócio.

Quando você faz uma pesquisa usando essa ferramenta, consegue extensões diferentes, como .com, .net, etc., no final do endereço da web. Além disso, você verá nomes de empresas já obtidos, mas disponíveis para venda ou leilão.

Você pode testar a ferramenta aqui:

3. Mantenha o nome curto, simples e fácil de escrever e lembrar

As empresas que você admira normalmente possuem nomes curtos, simples, fáceis de escrever e fáceis de lembrar — Apple, Tesla, Virgin, etc.

Nomes comerciais obscuros são frequentemente difíceis de escrever e ainda mais difíceis de lembrar.

Este é um problema para a maioria das pequenas empresas, porque a publicidade boca a boca é uma forma vantajosa de marketing. Se seus clientes não conseguirem lembrar seu nome, não conseguirem soletrá-lo ou não puderem pronunciá-lo corretamente para os outros, isso dificulta a promoção do seu negócio.

Ao nomear uma empresa, não se esqueça de considerar o acrônimo do nome. Você pode não usá-lo, mas seus clientes podem se referir ao seu negócio dessa maneira. 

Um nome como “Apple Support Service” pode resultar em um acrônimo desfavorável, como ASS, no qual a pronúncia deixa um dos dois S’s mudos ou faz o consumidor ter que repeti-lo.

4. Evite nomes muito estreitos ou muito literais

Pense em como sua empresa pode evoluir com o tempo e verifique se o nome pode fazer parte dessa transição. Por exemplo, se você nomear sua empresa como “Acessórios para iPhone” e depois expandir para vender acessórios para outros produtos, seu nome original seria muito restritivo.

O mesmo conselho se aplica caso a sua empresa venda um produto de nicho.

Lâmpadas antigas poderiam fazer a transição para móveis antigos. Algo como “Lâmpadas Antigas da Ana” pode ser muito limitante se você se mudar para relógios, por exemplo. 

Isso é particularmente relevante ao escolher um nome de domínio. Os domínios podem ter um papel importante na otimização de mecanismos de pesquisa (SEO), portanto, se você escolher um nome que seja muito restrito, terá um impacto negativo na sua estratégia de SEO.

Saiba mais sobre SEO e como montar uma estratégia vencedora para o Google:

Outra maneira de combinar um nome mais geral com uma extensão mais específica é procurar extensões além do popular .com.

5. Evite decisões conjuntas, mas teste seu nome com outras pessoas

É tentador envolver amigos, familiares, funcionários e clientes ao encontrar um nome para sua empresa. Às vezes, isso pode funcionar, mas há riscos. 

Somos todos únicos e naturalmente gostamos de coisas diferentes — e nomes diferentes. Além disso, as pessoas podem ficar chateadas se não escolhermos um nome que elas acharam ótimo.

Se você precisa envolver outras pessoas, escolha um grupo pequeno que entenda você e sua empresa. 

Depois de selecionar algumas opções possíveis, compartilhe-as com alguns amigos, familiares e clientes de confiança para ter alguns feedbacks que possam contribuir. Afinal, a opinião deles pode ser um reflexo do que seu público vai achar.

6. Evite palavras simples

Palavras simples tornam muito difícil diferenciar sua empresa de seus concorrentes. Quando estávamos nomeando crowdSPRING, havia muitas empresas de design de logo no mercado. 

Queríamos que o nosso nome crescesse à medida que expandimos para outros produtos, e também não queríamos incluir “Great Logo Design” ou “Many Designers” — teria sido descritivo, mas não memorável e certamente não único.

Existem exceções: a General Electric, por exemplo,  é uma das empresas mais bem sucedidas do mundo e seu nome é composto de duas palavras simples. 

Ela foi uma das primeiras organizações em seu segmento de mercado e conseguiu se dar bem com um nome simples, gastando bilhões de dólares em marketing e publicidade.

7. Tenha cuidado com nomes geográficos

Algumas pessoas usam sua cidade, estado ou região como parte do nome da empresa. Se você planeja apenas trabalhar em sua cidade, isso pode ser uma ótima ideia. 

Porém, um nome geográfico poderia atrapalhar você mais tarde. Um ótimo exemplo é o Minnesota Manufacturing and Mining. Inicialmente, o nome funcionou porque o negócio estava focado em Minnesota. Mas, uma vez que a empresa cresceu além de sua indústria e do estado, eles precisavam encontrar um novo nome, a 3M.

Em tempos de transformação digital, no qual as fronteiras estão cada vez mais extintas por causa do crescimento das lojas virtuais, escolher um nome geográfico pode ser uma decisão bem desfavorável.

8. Evite palavras obscuras

Os nomes de empresas que contam histórias podem ser poderosos e memoráveis ​​(pense no Google, por exemplo). Mas palavras ou referências obscuras podem ser difíceis de soletrar e pronunciar.

Nomes obscuros ou inventados podem funcionar — a Xerox é um ótimo exemplo —, mas isso geralmente requer um enorme orçamento de marketing e um tremendo esforço para que o público se acostume, memorize e engaje com sua marca.

9. Evite tendências

Você quer que o nome da sua empresa evolua à medida que as tendências evoluem. Portanto, tenha cuidado ao identificar tendências e faça um estudo aprofundado do seu fenômeno antes de aderi-las.

Isso é importante porque inúmeras tendências, principalmente nos dias de hoje, são extremamente passageiras, enquanto o nome do seu negócio dificilmente vai mudar. 

Portanto, fique de olho se a escolha foi baseada em justificativas sólidas, duradouras e que dialoguem com o que sua empresa entrega.

10. Considere sua concorrência e se você pode registrar um domínio

Antes de solidificar qualquer coisa, verifique os nomes dos seus concorrentes. Não é incomum encontrar nomes semelhantes ou mesmo idênticos em diferentes setores, e isso pode resultar em confusão para seus clientes e fornecedores. 

Se seus concorrentes estiverem usando o mesmo nome, você provavelmente não conseguirá obter proteção de marca registrada para o nome da sua empresa.

Nesse sentido, também é importante procurar um nome de empresa que também esteja disponível para registro como um domínio.

A boa notícia é que, embora os domínios .com continuem a ser populares, eles se tornam menos importantes para fins de SEO. Existem muitas alternativas excelentes e, às vezes, faz sentido considerar extensões diferentes.

Com mais extensões para escolher, também há mais opções para estender sua marca. Ao comprar um domínio, é importante considerar as diferentes variações do nome e da extensão para garantir que um concorrente não possa copiar diretamente sua empresa e confundir seus clientes.

Não estou sugerindo que você registre todas as variações do nome da sua empresa. Há muitas possibilidades, mas seja estratégico.

Faça o que fizer, não cometa o erro de operar sob um nome, mas com um URL apontando para um outro nome completamente diferente. Nomes de empresas que diferem de seus domínios criam confusão e frustração para seu público, dificultando o engajamento com a marca.

Veja mais dicas para criar um site profissional:

Considerações finais sobre como escolher nome da empresa

Agora que a pergunta “como escolher o nome da minha empresa?” ficou no passado, o próximo passo é iniciar seu planejamento estratégico para se fortalecer ainda mais no ambiente digital.

Nesse sentido, você pode contar com a GoDaddy para escolher os melhores planos de hospedagem de acordo com as necessidades e demandas do seu site. 

Garanta mais proteção, estabilidade e navegabilidade com alguma das diversas opções oferecidas pela GoDaddy e tenha um site forte para uma marca forte.

Gostou das nossas dicas de como escolher nome de empresa? Esperamos que sim! Se você quer aprender mais e gosta de artigos como este, não deixe de visitar o blog da GoDaddy!