Como superar problemas de segurança no WordPress? DICAS!

ArtigosCategory
6 min read
Rafael Queiroz Bastos

Você sabia que pode otimizar critérios de segurança no Wordpress do seu site? Muitos pensam que o principal CMS (Content Management System) do mundo serve apenas para criar e gerenciar o conteúdo de um site, mas seus plugins e outros recursos também podem ser peças-chaves na proteção.

O Wordpress é utilizado em 45.8% de todos os sites ativos na internet em 2023. E a cada dois minutos, cerca de 10 milhões de novos sites começam a utilizar essa plataforma para criar e gerenciar seu conteúdo. Os dados são da W3Techs.

Isso mostra o quão relevante é para os usuários desse CMS saber como otimizar os mecanismos de segurança de seu site. 

Afinal, não são só os dados e a experiência dos proprietários de site que estão em jogo, mas também as informações e experiência de navegação de um grande número de usuários.

O ano de 2023 sozinho registrou até aqui uma média de 2200 ataques cibernéticos por dia. Além disso, 97% dos vazamentos de dados acontecem a partir de uma brecha em plugins de Wordpress, segundo o Packet Labs.

Nada mais natural quando consideramos a imensa popularidade do Wordpress. Essa hegemonia coloca seu sistema operacional como um alvo preferido de cibercriminosos que querem danificar conteúdos de sites e roubar informações sigilosas de proprietários e clientes.

Pensando nisso, preparamos esse conteúdo exclusivo para que você saiba como prevenir e superar alguns dos problemas de segurança Wordpress mais comuns. Confira!

Quais são os principais problemas de segurança no Wordpress?

Quando se trata de segurança no Wordpress, alguns assuntos devem ser priorizados nesse CMS. Abaixo, selecionamos 5 problemas de segurança no Wordpress bastante comuns a todos os proprietários de sites, especialmente, para aqueles que estão dando seus primeiros passos. 

Confira!

1. Falta de Certificado SSL

O HTTP (Hypertext Transfer Protocol) é um protocolo de transferência de dados tradicionalmente utilizado para passar as informações de site em seu seu servidor até carregá-las no navegador do usuário que solicitou acesso.

Entretanto, com o passar do tempo, esse protocolo tornou-se inseguro e é enfaticamente não recomendado pelo Google em tempos atuais. Isso explica por que utilizar protocolo HTTP pode prejudicar no ranqueamento SEO (Search Engine Optimization) de uma página.

Atualmente, o protocolo utilizado e recomendado é o HTTPS (Hypertext Transfer Protocol Secure). 

A diferença dele para o HTTP é que ele possui um Certificado SSL, que é um comprovante de que o site possui uma camada de proteção criptográfica que protege a transferência de dados entre o site e navegador do usuário.

Portanto, quando um site, seja de hospedagem Wordpress ou qualquer outra, conta com o símbolo de um cadeado ou a sigla HTTPS antes do endereço na barra de navegação, quer dizer que ele está protegido criptograficamente contra invasores.

2. Desatualização de plugins e temas

O segundo ponto que costuma trazer problemas de segurança no Wordpress é a falta de atualização de plugins e temas.

Esses softwares são periodicamente atualizados por seus desenvolvedores para corrigir erros, falhas e vulnerabilidades que vão se aperfeiçoando com o tempo.

À medida que seu Wordpress ou plugins e temas estão desatualizados, há grandes chances de seu site estar exposto a problemas de segurança.

3. Senhas fracas

Senhas fracas são um problema não só para a segurança Wordpress, mas para qualquer tipo de site, driver, sistema, rede de conexão e o que demandar sigilo no ambiente digital.

Além de contar com uma senha forte, rica em caracteres especiais, maiúsculas e minúsculas e mistura de números com letras, é também recomendado uma atualização constante da palavra-chave.

Essa é uma medida de prevenção crucial para proteger seu site de um possível vazamento de dados.

4. DDoS (Distributed Denial-of-Service)

DDoS é um famoso formato de ataque cibernético cujo objetivo é inviabilizar o funcionamento de um site por meio da sobrecarga ou indisponibilização de servidores.

O criminoso mobiliza uma série de dispositivos já comprometidos com vírus para entrar concomitantemente em um site para sobrecarregar o servidor e impedir que os verdadeiros usuários acessem a página.

Para um site Wordpress se manter protegido dessa ameaça é importante contar com um Firewall, recurso que monitora o tráfego do site para bloquear qualquer tipo de acesso suspeito.

5. Phishing

O phishing é outro problema comum contra a segurança no Wordpress ou em qualquer outra plataforma de gerenciamento ou hospedagem. 

Os criminosos criam páginas semelhantes ou idênticas à interface do seu site original, mas na verdade elas são apenas iscas para coletar informações pessoais de forma ilegal dos seus usuários, como login, senha ou até dados bancários.

O Certificado SSL e alguns plugins de segurança podem ser eficazes para proteger os usuários de um site desses ataques.

Saiba tudo sobre Wordpress com esse vídeo do canal da GoDaddy:

Conheça os plugins de segurança Wordpress

Existem plugins de segurança no Wordpress que contribuem para a proteção do site de eventuais ataques. Vamos falar de alguns deles:

  • SecuPress: proteção contra malwares e injeções SQL.
  • WordFence Security: monitoramento em tempo real de irregularidades e também conta com o suporte de Firewall para evitar ataques DDoS.
  • iThemes Security: monitoramento em tempo real, Firewall e proteção de diretórios do site que possuem conteúdo sensível
  • All In One WP Security & Firewall: monitoramento de login e Firewall.

Como adicionar selo de segurança em sites Wordpress?

O selo de segurança Wordpress aparece visível para os usuários que acessam um site e mostram quais são os tipos de proteção que ele possui. Esse elemento é fundamental para dar credibilidade à casa digital da sua marca e conquistar a confiança dos usuários.

Existem vários tipos de selo de segurança Wordpress, como:

  • Selo SSL
  • Selo de Firewall
  • Selo contra Malware, etc.

Cada um deles diz respeito ao tipo de segurança que o site oferece para seus usuários. O código do selo pode ser obtido diretamente nas ferramentas de proteção que você utiliza no seu site.

Com o código em mãos, basta acessar o painel de administração e, em seguida, seguir essa ordem de comandos: "Aparência" > "Widgets". Cole o código no Widget de texto e posicione-o na parte do seu site em que você deseja exibir o selo.

Viu como é simples? Mas agora você deve estar se perguntando: como otimizar a segurança no Wordpress para além do plugins dessa plataforma?

Primeiramente, você pode conseguir um plano de Certificado SSl com a GoDaddy para proteger os dados do seu site e de seus usuários.

Saiba mais sobre a importância de contar com um Certificado SSL:

Caso deseje incrementar ainda mais, confira as diversas soluções de segurança da GoDaddy, como Firewall, proteção contra malware, backup periódico e muito mais!