Saiba o que é remarketing e aprenda a criar campanhas com 6 técnicas

ArtigosCategoria
Tempo de leitura:9 min
Rafael dos Santos Munhos

Provavelmente, você já percebeu que existe uma diferença entre os números de visitas e de conversões em seu site, não?

De fato, essa divergência entre pessoas que acessaram suas páginas e as que foram realmente impactadas por anúncios e realizaram conversões pode acontecer com frequência. No entanto, ao entender o que é remarketing e como funciona, você estará apto a reverter esse quadro.

Esse conceito do marketing digital foi criado justamente para a realização de novos esforços com clientes que já interagiram com sua marca, mas que não chegaram a completar o funil de vendas.

Em tempos de transformação digital e com essa profusão de anúncios, marcas e publicações que os usuários recebem a todo momento, é muito comum que eles iniciem apenas interações superficiais, como visitas no perfil das redes sociais ou likes em algumas publicações, mas não compre nada efetivamente.

E é justamente para resgatar esse possível cliente que essa estratégia é executada!

Portanto, deseja saber o que é remarketing no marketing digital e como criá-lo? Leia o conteúdo até o fim para entender simplesmente TUDO sobre esse mecanismo de conversão tão importante. Vem com a gente!

O que é remarketing e como funciona?

O remarketing, também conhecido como remarketing dinâmico, é uma ação que serve para impactar e atrair quem já visitou a sua página virtual em algum momento. Dessa forma, o objetivo é aumentar a sua taxa de conversão. Mas como tudo funciona?

As formas mais usadas para fazer remarketing são com anúncios e e-mail marketing. Para te mostrar mais detalhes, vamos usar o caso dos anúncios, ok?

Imagine que você, interessado em comprar um celular, pesquisou alguns aparelhos no próprio Google. O buscador te levou até algumas lojas virtuais, você deu uma olhada, mas acabou comprando nada. Em seguida, passou a ver anúncios de smartphones nas suas redes sociais.

As propagandas foram tão atrativas que você acabou voltando ao e-commerce e, enfim, realizou uma compra. Se isso já aconteceu com você, então já entendeu o que é remarketing, especialmente, em sua aplicação mais famosa: os anúncios impulsionados.

Saiba como anunciar no Google Ads e alcance seus clientes por meio do tráfego pago

O que é tag de remarketing? 

A tag de remarketing é um código do Google utilizado para incluir no seu site para configurar a origem do público-alvo e, assim, alcançar as pessoas que já acessaram seus canais.

Basicamente, ela é um bloco de códigos que possibilita segmentar anúncios para os visitantes do site. No remarketing dinâmico, você também pode usar os snippets de evento, que conduzem os dados específicos ao Google Ads sobre os visitantes e as ações deles.

Como funciona o remarketing? 

Em primeiro lugar, para identificar quem são as pessoas que acessam o site, é necessário instalar no seu portal o pixel de uma plataforma, como o Facebook Ads ou o Google Ads.

O pixel é um código de remarketing que possibilita monitorar as ações dos visitantes, por meio de um cookie armazenado no computador do usuário no momento em que ele acessa o site.

Após a saída da página, qualquer uma das plataformas identifica o tipo de consumidor e exibe os anúncios da marca para ele durante um período de 30 dias, às vezes mais ou menos, dependendo da ferramenta e das suas configurações.

Um detalhe é que para estar em conformidade com a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGDP), a empresa deve avisar o visitante sobre os cookies e sobre o armazenamento das suas informações. Em outras palavras, este processo é o que conhecemos como aviso de política de privacidade.

Como fazer remarketing: 6 dicas infalíveis 

Agora que você já sabe o que é remarketing, vamos mostrar como você deve criá-lo.

Lembre-se do sucesso das campanhas depende da união entre aspectos técnicos e insights. Em outras palavras, você vai precisar de ferramentas de monitoramento e análises de dados para conhecer melhor seu público e lançar anúncios mais direcionados que cheguem às pessoas certas.

Além disso, você vai precisar de ações bem criativas para anúncios atrativos e assertivos, que consigam fisgar a atenção da sua persona.

Vamos falar mais sobre tudo isso no passo a passo logo abaixo: 

1. Utilize ferramentas de monitoramento

O primeiro passo para criar uma campanha de remarketing ideal é instalar as ferramentas de monitoramento, como, por exemplo, o Google Analytics (integração com Google Ads) e o Facebook Ads

Dentro das duas plataformas é possível ativar os pixels de monitoramento para o seu site. Com isso, as ferramentas passarão a acompanhar todos os usuários que entram no seu portal.

2. Crie os públicos de remarketing

Após ativar os pixels de remarketing, é possível fazer a criação de públicos. Isso significa: 

  • entrar nas plataformas de anúncios;
  • montar grupos para as categorias do seu site;
  • informar também o período de monitoramento desejado.

Todos os usuários que entrarem nas determinadas páginas serão acompanhados de acordo com as diretrizes informadas. Mas, como utilizar o remarketing a partir daí? Uma excelente aposta é criar um público para a sua página de carrinho de compras. 

Assim, você pode monitorar quem quase adquiriu algum produto do seu site, mas faltou aquele “empurrãozinho” para finalizar a tarefa. Com essa ajudinha, suas taxas de abandono de carrinho devem cair ainda mais com o tempo.

3. Faça anúncios

Primeiramente, conheça bem a sua persona. Ou seja, não basta saber a idade, o gênero e as preferências dela, é necessário ir além. 

Procure identificar quais são as objeções de compra e quais os “problemas” que os seus serviços ou produtos podem solucionar daquela pessoa. 

Isso é, mais do que expor produtos ou serviços, é preciso mostrar qual diferencial deles vai resolver as demandas e dores do seu público. Nesse sentido, diferentemente do público-alvo, a persona traz ainda mais detalhes sobre o perfil de consumo da sua audiência.

Aprenda como utilizar o Facebook Ads com esse vídeo exclusivo da GoDaddy:

4. Explore diferentes formatos

Se você nunca fez campanhas de anúncio para os seus clientes, provavelmente a não sabe quais formatos funcionam melhor, correto?

Então, uma boa saída é explorar as variações. 

No Facebook Ads, as propagandas podem ser em forma de: imagem única, carrossel de fotos, vídeo único, apresentação multimídia, canvas e coleção. Na própria ferramenta, também é possível realizar testes A/B.

No Instagram, por sua vez, o ideal é trabalhar com vídeos, pois eles costumam fisgar mais a atenção do público. Por exemplo, segundo o site Earthweb, vídeos no Instagram costumam ter o dobro de engajamento quando comparados com outros tipos de conteúdos.

5. Use gatilhos mentais e CTA 

Você sabia que o marketing digital também utiliza gatilhos mentais? Eles são muito importantes para auxiliar na persuasão e aumentar o poder de convencimento. Na mente humana, os gatilhos funcionam como fatores decisórios e instantâneos para as compras. 

Um dos mecanismos mais conhecidos, por exemplo, é o da escassez. Ou seja, mostrar que determinada promoção e desconto são por tempo limitado. 

Para explorar essa e outras emoções no público desejando que ele tome uma decisão, existe um recurso conhecido como CTA. Ele é utilizado para chamar a atenção do seu público para que ele feche negócio com sua marca.

Um bom copywriting é fundamental para a construção de um CTA, pois ele reúne um conjunto de técnicas de escrita e visual para que você utilize as palavras, cores e imagens certas para converter seu cliente.

 Aprenda mais sobre gatilhos mentais e copywriting de vendas com esse vídeo exclusivo da GoDaddy:

6. Cuide da performance do seu site oficial 

Além de entender o que é remarketing e criar uma campanha extremamente eficiente, é preciso também ficar de olho na performance do seu site.

Afinal, de nada adianta o usuário ser impactado por um anúncio, mas entrar em um site lento ou fora do ar, e até ter problemas de navegabilidade devido ao layout pouco intuitivo. Até a ausência de um certificado de segurança pode afetar os clientes do seu site. 

Se você deseja fugir de todos esses problemas, os planos de hospedagem de site da GoDaddy podem te ajudar a oferecer a melhor experiência de navegação possível para seu usuário.

Enfim, você deve ter um site ou loja virtual funcionando em perfeitas condições para que o seu cliente tenha confiança para finalizar sua compra. Caso contrário, todo o investimento em uma campanha de remarketing dinâmico pode ter sido em vão.  

Por isso, esteja sempre atento à otimização do website, além dos elementos de UX (User Experience). É realmente imprescindível se colocar no lugar do cliente! 

Como fortalecer o marketing digital do seu site?

Você já percebeu que o remarketing é um recurso importante para firmar conversões de um usuário e, assim, sair na frente da concorrência.

Mas, como você pretende ser um sucesso no que se propõe, a GoDaddy está pronta para ajudá-lo no que precisar.

Ou seja, além de desenvolver um site novo em menos de uma hora, você também pode explorar recursos diversos de marketing digital, como o e-mail marketing, anúncios pagos e o SEO.

Tudo isso você vai encontrar no Pacote de Marketing Digital da GoDaddy. Não perca tempo e otimize sua performance digital com ferramentas incríveis e o melhor suporte para seu time de marketing.

Confira o nosso guia completo sobre marketing digital:

Gostou das nossas dicas e entendeu direitinho o que é remarketing? Continue outras informações sobre empreendedorismo online aqui no blog da GoDaddy!

 

Produtos Utilizados