PageRank — Entenda Mais Sobre Seu Ranqueamento No Google

ArtigosCategory
7 min read
Carina Xavier

Se você tem um site, precisa estudar sobre PageRank, o que é e como estruturar suas páginas a seu favor. Se esse termo não é tão familiar para você ou se já entende do que se trata, mas ainda não sabe como criar estratégias assertivas, confira as nossas dicas!

Pagerank: o que é e por que utilizar?

PageRank é um nome dado a uma estrutura de um algoritmo utilizado pelo Google quando ele iniciou seu trabalho. Em resumo, é uma métrica utilizada para calcular a relevância que os sites possuem.

Foi desenvolvido em 1995 por Larry Page, na Universidade de Stanford, e o maior buscador da atualidade o utilizava para estudar a autoridade das páginas, pontuando-as com notas de 0 a 10. Basicamente, esse foi o grande diferencial do Google no início de sua trajetória.

O algoritmo verificava os sites e entendia se elas estavam construindo conteúdos de valor, fazendo referências para outras páginas e sendo referenciados.

Até 2015 existia a Toolbar do Google, ou PageRank do Google. Ela existia para a consulta do seu ranqueamento, mostrando a autoridade de uma página em comparação com outras, por meio de um sistema logarítmico em escala de 0 a 10.

Ferramentas de ranqueamento no Google

Em 2016, o Google desativou a ferramenta, mas, hoje, existem diversas outras que podem ajudar você a saber seu score. Um exemplo é a Moz, uma das maiores ferramentas de SEO e que possui uma métrica própria para apontar a autoridade do seu site.

Essa escala própria se chama Page Authority e vai de 0 a 100, considerando não apenas qualidade e quantidade dos links da página, como também a relação que estes possuem com a relevância do site.

Outras ferramentas de SEO que você pode usar são:

É importante lembrar que o Google PageRank continua existindo, porém não é divulgado, ou seja, os donos de sites não podem consultar essas informações.

As ferramentas estão cada vez mais inteligentes

Antes, um dos aspectos mais avaliados pelo PageRank era a quantidade de links e para onde apontavam. Mas, é importante ressaltar um ponto sobre a melhoria contínua do algoritmo: ele está cada vez mais inteligente e focado na experiência dos usuários.

Isso implica que não é a quantidade de referências indicadas — ou seja, a prática do link building — que garante a autoridade de uma página.

Com o tempo, o Google passou a estudar e valorizar o contexto dos links e as menções feitas nos conteúdos sobre eles. Por isso, a atenção vai além de escolher um bom texto âncora — palavras selecionadas — para fazer suas linkagens, mas engloba também:

  • quantidade de texto sobre o que você está linkando;
  • qualidade do conteúdo sobre o link de referência;
  • contexto necessário para que os usuários entendam por completo.

O mais indicado, agora, é que você pense em cada página do seu site e nos artigos do seu blog com muita atenção e só faça referências a outros se for acrescentar valor para quem lê. Isso porque a troca de links sem um embasamento, contexto e necessidade, mas apenas para “burlar” o algoritmo, já é reconhecida pelos buscadores como uma má prática.

pagerank-o-que-e-como-consultar2

Dicas para melhorar a classificação do seu site pelo PageRank

Agora você já conhece mais sobre o PageRank, o que é e como ele impacta no seu site. Mas, para ir além, deve ter em mãos boas táticas para estruturar seu site da melhor maneira possível!

Crie conteúdos de valor e estruture de forma estratégica

Comece com sua estratégia de SEO e de marketing de conteúdo bem definidas. Seus descritivos de categorias e páginas precisam ser redigidos não apenas para cumprir com um volume de palavras, mas para entregar informações relevantes para quem acessa.

Os artigos de blog também precisam atender demandas de busca. Ou seja, conte com uma boa pesquisa de palavras-chave e conheça o seu público para saber exatamente o tipo de conteúdo que ele procura.

Construa referências por meio de links e outras mídias

Com base no que você sabe sobre a análise das linkagens do Google e de outros buscadores, construa referências para seu site. Uma boa estratégia para melhorar o ranqueamento do seu site pode ser trabalhar com links internos, ou seja, entre outros conteúdos do seu blog e da sua página.

O algoritmo vai entender que você não está fazendo pontes com outras plataformas como troca de autoridade e vai analisar a forma como você está facilitando os caminhos para seus visitantes.

Afinal, quando você estabelece linkagens internas, está direcionando os usuários a navegar por outros conteúdos que estejam interligados ao assunto ou por serviços e produtos que eles possam estar em busca.

Procure fazer menções no corpo do texto sobre a página e o que as pessoas encontrarão ao clicar no que você está indicando e fortaleça o contexto.

Priorize a experiência do seu usuário

Outros pontos são relevantes para o seu ranqueamento, o que é cada vez mais óbvio, já que as ferramentas se desenvolvem de forma acelerada.

Criar textos mais específicos sobre o que é procurado, desenvolver páginas com uma atenção especial para a responsividade e ter imagens otimizadas são só alguns dos exemplos do que você pode fazer para priorizar a experiência de usuário.

A experiência do usuário vem se tornando cada vez mais relevante não só para o ranqueamento, como também para usuários, que, ao terem uma navegação fluída e agradável, com certeza, irão voltar a visitar seu site.

Promova o engajamento

Estimule seus visitantes para que cumpram com as ações que você propõe — seja clicar em um link, preencher um formulário, deixar comentários ou mesmo dar play em vídeos dentro dos seus artigos.

Existem muitas formas de dar oportunidade para que eles interajam com sua marca. Use a criatividade e veja as métricas do seu site aumentarem, principalmente os números de engajamento!

Por que se voltar para outras métricas além do PageRank?

O Google PageRank é uma métrica que, hoje, só o Google sabe o valor. Além disso, lembre-se de que não é só ele que o Google considera, hoje, existem outros fatores para classificação de uma página, como você viu neste artigo.

Algumas opções de métricas que você também pode seguir na hora de verificar a autoridade do seu site são:
número de visitas orgânicas;

  • taxa de CTR (ou Taxa de Clique);
  • quantidade de conversão que essas visitas orgânicas estão gerando;
  • quantos e quais sites indicaram um link do seu site e levaram mais visitas e conversão.

Agora que você já entendeu mais sobre PageRank, ranqueamento no Google e como tornar suas ações mais estratégicas, não pare de buscar por mais crescimento. Faça análises constantes sobre como pode desenvolver e melhorar cada vez mais seu site!

Gostou das dicas? Continue acompanhando o blog da GoDaddy para mais conteúdos assim e, se quiser saber mais sobre o tema, confira o vídeo abaixo:

Produtos Utilizados

SEOLearn more