O que é criptografia de dados? Como fazer? [Guia prático]

ArtigosCategory
6 min read
Rafael Queiroz Bastos

A segurança da informação é uma das bases vitais para um ambiente digital de credibilidade, eficiência e sucesso para todos os usuários da rede mundial de computadores. 

Nesse sentido, entender o que é criptografia de dados é importante tanto para proprietários de sites quanto para os usuários que querem fazer o melhor uso da navegação na internet.

Segurança de dados e criptografia são dois conceitos que têm tudo a ver no mundo digital. Afinal, o segundo é um dos processos mais simples e populares de providenciar o primeiro.

Aliás, essa criptografia acontece quando os dados enviados em rede são transformados de uma linguagem legível para ilegível. 

Dessa forma, ele não fica vulnerável a ação de cibercriminoso enquanto os dados estão tráfego entre os navegadores dos usuários e o servidor de um site.

Medidas como a criptografia de dados são fundamentais quando percebemos que os crimes digitais continuam a todo vapor. 

Somente no Brasil, houve cerca de 23 milhões de ataques a sites, somente no primeiro semestre de 2023, segundo o Canal Tech. Na matéria, os estudiosos da Fortnet apontam que a maioria dos criminosos são especialistas em ramsonware e malware.

Por exemplo, no caso de ramsonware, os criminosos utilizam o próprio conceito de criptografia para roubar informações privadas de pessoas e empresas.

Então, que tal entender o que é criptografia de dados para saber como esse sistema é capaz de oferecer mais segurança para seu site e, ainda, para as informações pessoais? Confira o conteúdo até o fim!

O que é criptografia de dados?

A criptografia de dados é um processo de transformação de informações legíveis, a priori, para um texto cifrado. Essa medida é tomada para que, enquanto os dados estão trafegando entre um navegador e um servidor, eles não sejam compreendidos por supostos invasores cibernéticos.

Para que você entenda melhor essa situação, vamos a um exemplo de transferência de dados criptografados na internet. 

Quando você acessa um site pelo navegador do computador, smartphone ou tablet, há uma transferência de dados entre o servidor que armazena as informações do site e seu navegador.

É essa transferência que faz o conteúdo de um site aparecer no dispositivo para que, assim, você possa navegar como quiser.

A criptografia de dados, por sua vez, age justamente para proteger esse tráfego contínuo de dados entre um usuário e qualquer página na internet que ele navega.

Sendo assim, ao digitar sua senha de cadastro para entrar na área de cliente do e-commerce, a criptografia será responsável em transformar essa informação em um texto ilegível para que ele não seja descoberto por ataques cibernéticos.

Ao final, esse dado só é descriptografado quando ele chega no servidor do site, para que ele possa ser lido adequadamente e permitir o login do usuário.

Quais são os tipos de criptografia de banco de dados?

Esse exemplo que mostramos acima é apenas dos tipos de criptografia de banco de dados. Quer saber quais são as outras opções? Confira!

Criptografia de tráfego

É o processo de criptografia de informações transferidas entre usuários ou, ainda, entre usuários e servidores. O exemplo que demos acima, com o acesso de usuários a sites, é o mais comum desse tipo de segurança de dados.

A criptografia de tráfego também pode ser utilizada em e-mails. Há inúmeros provedores de correio eletrônico que usam proteção de ponta a ponta para evitar que as comunicações na plataforma sejam roubadas por invasores.

Além das proteção de dados como senhas, a criptografia providencia segurança via token para autenticação em dois fatores.

Transações financeiras também são ótimos exemplos de ações protegidas por criptografia de tráfego e, consequentemente, são fundamentais para a credibilidade de e-commerces.

Criptografia de dados em repouso

Entendeu o que é criptografia de dados em tráfego? Pois saiba que esse recurso também é utilizado para segurança de informações privadas que estão em repouso.

Autoridades, empresas, órgãos públicos e até indivíduos podem utilizar criptografia para proteger informações pessoais e sigilosas que estão guardadas nos próprios servidores.

Dessa forma, mesmo se um invasor tiver acesso ao servidor onde estão armazenados os dados e softwares de um site, eles precisarão da chave de criptografia para poder ler os conteúdos.

Nesse sentido, é recomendável utilizar a criptografia de repouso também para backup de informações. Além dos arquivos originais, as cópias de segurança serão protegidas dos invasores.

Essa é uma medida particularmente eficaz contra os ataques ransomwares que invadem os servidores de sites por meio da criptografia dos dados de terceiros. Trata-se de um claro exemplo de que esse procedimento também pode ser utilizado pelos motivos errados…

Como fazer criptografia de dados para proteger o site?

Afinal, como implementar criptografia e segurança de dados para proteger as informações do site e garantir a privacidade dos usuários? 

Um dos modelos mais famosos é por meio do certificado SSL. Sabe quando o usuário acessa um site e percebe que tem um cadeado ou um prefixo HTTPS ao lado da URL na barra de navegação? 

Saiba mais sobre o certificado SSL:

Isso significa que o site tem proteção criptográfica de dados e que ele é seguro. E é um importante indicativo para os usuários saber da credibilidade do espaço e entender que suas informações estarão protegidas.

A implementação de um certificado SSL vem integrada em todos os planos de hospedagem da GoDaddy. Além disso, é possível fazer upgrades no seu certificado para garantir ainda mais proteção!

Confira os diversos mecanismos de segurança de sites da GoDaddy e veja qual deles combina melhor com as necessidades do seu site!

E aí, entendeu o que é criptografia de dados e tirou todas suas dúvidas sobre o assunto? Pois continue acompanhando o blog da GoDaddy para mais insights preciosos sobre empreendedorismo digital!