Como fazer remoção de malware + dicas de segurança para o site

ArtigosCategory
7 min read
Rafael Queiroz Bastos

O Malware está vindo para seu site. Soa alarmista, certo? Principalmente quando levamos em consideração os dados que eles podem causar para a segurança, performance e reputação de uma página na internet.  Entretanto, você pode driblar esse problema com as ferramentas certas para remoção de malware.

Sendo atacado? Dê um passo adiante com a Segurança de Malware Express da GoDaddy. — a limpeza começa em 30 minutos ou menos. Ela também inclui um Firewall Para Aplicativos da Web (WAF) para proteção contínua.

Se você acha que seu website precisa de proteção Malware, você provavelmente está certo. Se você acha que invasores vão passar a oportunidade porque seu site é “muito pequeno” ou você não tem dados suficientes, você pode se arrepender em breve. 

Por que não dar os passos necessários para fazer a remoção de malware mal intencionado agora mesmo? Continue a leitura!

O que é malware? Conheça seu ciclo de vida

Malware é um software malicioso desenvolvido para causar problemas em computadores pessoais, sistemas operacionais, sites, dispositivos e redes de conexão. 

Seu nome deriva da combinação entre as duas palavras inglesas “malicious” (malicioso) e “software”, formando o sentido de “software malicioso”.

Eles se manifestam de diversas formas, como vírus, que se replicam e danificam diversas outras partes do sistema, como também spywares que coletam informações sigilosas sem consentimento, e adware, que reproduzem anúncios indesejados durante a navegação do usuário.

Então qual a diferença entre malware e vírus? Como mencionamos, o vírus é apenas uma categoria de malware dentre várias outras. Ele se notabiliza pela sua capacidade de proliferação para além do primeiro alvo infectado. Outras partes do sistema vão se infectando à medida que são utilizados.

Criminosos cibernéticos não são preguiçosos. Conforme os provedores e pesquisadores de segurança digital desfazem uma repetição de Malware, os invasores desenvolvem uma nova força ou tática que nunca foi vista antes.

Uma vez dentro da rede usando credenciais legítimas, os invasores podem roubar seus dados, manter segredos corporativos para resgate ou instalar ameaças permanentes de Malware.

Muito comumente, pequenas companhias escutam o termo “Malware” e o associam a ataques de larga escala e paralisadores de site. 

Apesar de ser uma das facetas do Malware, a maioria das infecções são projetadas para passarem desapercebidas pelo maior período possível, dando tempo para os invasores coletarem dados sobre as operações da companhia, a segurança da web atual e comportamento dos funcionários… e depois entram silenciosamente nos sistemas críticos.

O que o malware pode fazer?

São vários os males que um malware pode trazer aos seus alvos. Como vimos, suas vítimas vão desde computadores ou dispositivos móveis até sistemas operacionais e redes de conexão inteiras.

Esses são alguns danos que ele pode trazer:

  • espionagem e monitoramento de atividades;
  • destruição e apagamento de dados;
  • roubo de informações sigilosas;
  • corte de acesso a serviços em servidores específicos;
  • criação de botnets para controle remoto;
  • propagação para outros alvos.

Por isso é fundamental buscar os mecanismos certos de remoção de malware. Mas quais são?

Como remover o malware?

Faça uma auditoria de segurança para descobrir onde você está à frente da curva e feche todas as lacunas que os invasores possam usar. Siga esta lista de tarefas:

  1. Atualize todos os aplicativos e scripts
  2. Delete contas antigas
  3. Mude as senhas fracas
  4. Escaneie seu sistema

1. Atualize todos os aplicativos e scripts

Seus aplicativos, scripts e APIs são da última versão disponível? Há algumas chamadas atualmente feitas por lacunas na segurança? Atualize tudo manualmente. Se você ainda não habilitou atualizações automáticas, aprenda como configurá-las no:

Se você usa WordPress no seu site ou blog, você vai precisar atualizá-lo também, incluindo plugins e temas que está usando. Enquanto estiver fazendo isso, delete qualquer plugin que não esteja mais usando.

Mantenha o site do seu negócio limpo e seguro fazendo uma auditoria de segurança todos os meses.

2. Delete contas antigas

Funcionários vêm e vão, mas suas contas de usuário geralmente ficam por aí apenas esperando invasores se aproveitarem. Identifique e remova contas antigas.

3. Mude as senhas fracas

Senhas fracas como “senha” ou “123456” facilitam a entrada de invasores no seu site. Use as regras de senhas fortes para limitar o risco. Aprenda a criar senhas seguras aqui.

4. Escaneie seu sistema

Rode um scan para ver se você já pegou algum Malware. Ou automatize o processo com um scanner de Malware como a Segurança de Website da GoDaddy. Esta ferramenta escaneia todas as páginas do seu site uma vez por dia e inclui a remoção automática de Malware. Os planos Express e Deluxe vêm com um Firewall de Aplicação Web (WAF) para filtrar tráfegos suspeitos antes que cheguem até você.

Uma estratégia de segurança você deve considerar agora é adicionar o Certificado SSL no seu site. Este certificado digital criptografa tudo que flui entre seu site e seus visitantes. Isso significa que nada que seus visitantes ou clientes enviarem ao seu site — nomes, e-mails, senhas, dados bancários — pode ser interceptado ou roubado. Não há razões para facilitar para os invasores.

Como saber se preciso realizar a remoção de malware?

Afinal, como identificar a ação de um malware em um site ou sistema? Existem alguns sinais aos quais você pode ficar atento. Eles incluem:

Desempenho ruim do site

Se seu site tem problemas para carregar e os usuários frequentemente informam problemas de desempenho, o malware pode ser o culpado.

Mudanças de página

Tem páginas ou links que foram modificados de suas versões originais? Invasores amam inserir links maliciosos que, quando clicados, levam os usuários a se dirigirem para sites Malware ou criar páginas que parecem legítimas, mas são falsas.

O objetivo é enganar usuários desavisados para que enviem senhas ou informações privadas para o site fraudulento.

Mudanças de tráfego problemáticas

Aumento repentino — ou queda — de visitantes de um site poderia significar que você tem Malware.

O crescimento de tráfego da rede é uma coisa boa — se ele se correlacionar com o aumento do comportamento dos consumidores ou dos funcionários. Se você está vendo picos de tráfego sem um aumento proporcional de visitantes únicos, o malware pode estar funcionando nos bastidores.

Problemas de e-mail

E-mail marketing continua sendo uma parte crítica da conversão de prospect para muitas empresas pequenas, mas invasores podem usar Malware para controlar sua lista de e-mail e começar a enviar seus próprios e-mails maliciosos. Escute os visitantes do seu site — se eles disserem que algo não está certo, preste atenção.

Remoção de Malware pode salvar seu negócio

Malware está evoluindo, e tudo que os invasores precisam é uma brecha nas defesas do site para causar estragos. Mas donos de sites não estão desamparados. Atente-se aos sinais — picos de tráfego inexplicáveis, lentidão ou comportamento estranho do site podem ser pontos para agentes maliciosos.

Se você realmente quer limitar as chances de sucesso, conduza mensalmente auditorias de segurança. 

Escaneie seu site para Malware, atualize seu sistema operacional e aplicativos, e implemente as melhores práticas de segurança. 

Caso queira se livrar de um ataque de Malware, use o removedor de Malware da GoDaddy e as soluções WAF para limpar seu site e prevenir futuras infecções.

A GoDaddy ainda oferece uma série de recursos para manter seu site seguro, como Certificado SSL para proteção de dados com criptografia, firewall e, claro, a ferramenta de remoção contra malware.

Acompanhe o blog da GoDaddy e descubra mais dicas de segurança para seu negócio!  

Produtos Utilizados