Otimização de página de produto do e-commerce: 9 táticas ????

ArtigosCategory
10 min read
Lucas Carvalho De Vivo

Sem uma boa vitrine não se vende, não é mesmo? No contexto do comércio virtual, o local no qual os produtos são apresentados aos clientes também possui esse mesmo nível de importância. Nesse sentido, a otimização da página de produto se torna obrigatória.

Afinal, é por meio dessas páginas que os clientes vão conhecer sua mercadoria, entender os benefícios e tomar a decisão de compra. 

Na prática, uma página sem informação, tende a levar o cliente a fechar a aba na qual o seu site está aberto e partir para outra pesquisa (provavelmente, no e-commerce concorrente). 

Para evitar que isso aconteça e ampliar a sua capacidade de reter e converter clientes, a otimização do e-commerce se torna essencial. 

Alguns aspectos, às vezes deixados de lado pelos empreendedores, podem fazer a diferença na hora de otimizar uma página de produto. 

Entender esses detalhes e saber como trabalhar com eles da melhor maneira, faz com que, a longo prazo, a visibilidade de sua loja e, consequentemente, seu rendimento, aumentem!

Dicas para otimização de páginas de produto do e-commerce

A seguir, listamos 9 dicas de como otimizar página de produto, confira: 

  1. Use boas fotos, imagens e vídeos
  2. Crie boas descrições e conteúdos
  3. Dê destaque ao campo de busca
  4. Inclua depoimentos e avaliações
  5. Seja claro quanto a preços e promoções
  6. Pense no botão de CTA
  7. Invista em SEO
  8. Descreva e apresente garantias e políticas de devolução
  9. Crie uma rotina de verificação da otimização

Entenda detalhes sobre como aplicar cada uma das dicas de otimização de e-commerce, a seguir.

1. Use boas fotos, imagens e vídeos

Segundo um relatório apresentado pelo Google, 85% dos compradores dizem que as informações e fotos dos produtos são importantes para decidirem sobre qual marca comprar. 

Não é difícil imaginar porque isso acontece, não é mesmo? Afinal, quando estão comprando online, os consumidores não podem tocar fisicamente no item, nem vê-lo de perto. Logo, quanto mais informações tiverem, mais seguros ficarão para tomar uma decisão de compra.

Esse tipo de comportamento indica que você precisa investir em boas fotos e vídeos de seus produtos, se quiser ter uma boa taxa de conversão.

Nesse cenário, vale a pena destacar a importância do material audiovisual. Uma pesquisa da Smart Insights mostrou que um vídeo do produto aumenta as conversões, pois 64% dos clientes são altamente influenciados por esse tipo de material. 

Logo, se necessário, contrate um fotógrafo especializado para obter imagens e vídeos de boa qualidade.

Se a sua loja online for parte de um marketplace ou atua no esquema dropshipping, por exemplo, em que seu estoque não é armazenado fisicamente próximo a você, procure imagens da melhor qualidade possível na internet

Uma alternativa é solicitar ao fornecedor que ele envie imagens da mercadoria, para que você possa usá-las.

Um cuidado especial é em relação ao tamanho, ok? Imagens muito grandes (pesadas) poderão atrapalhar a otimização de suas páginas de produtos e até tirar posições no pagerank devido ao tempo de carregamento.

2. Crie boas descrições, com bons conteúdos

Em conjunto com as imagens e vídeos, a descrição do produto em conteúdo é mais um item imprescindível da otimização da página de produto. 

De acordo com a pesquisa  “Cracking the Consumer Code”, 87% dos clientes acham que o conteúdo do produto é o fator mais importante ao decidir comprar um item online.

As informações na página, desde o preço até os detalhes técnicos do produto, devem ser visíveis e fáceis de compreender. 

Uma boa dica, é dividir a descrição em partes como “descrição é técnica”, “benéficos” e “modo de uso”. 

Esse tipo de cuidado facilita o escaneamento do conteúdo pelo cliente, que encontra os dados que precisa, sem precisar lidar com blocos de texto cansativos de ler. Ainda com esse intuito, prefira escrever os conteúdos em tópicos. 

Outro ponto importante é a atenção à qualidade das informações sobre o produto. Elas devem ser completas e, principalmente, corretas. Pense que o seu site pode ser o primeiro que o visitante irá acessar buscando por um item.

Se você tiver todos os detalhes lá, talvez ele não precise continuar a pesquisar e fará a compra tendo certeza que tem conhecimento total sobre o que adquiriu, ou se continuar a pesquisa, dará especial importância para o que aprendeu em sua página.

3. Dê destaque ao campo de busca

Tudo o que está relacionado ao oferecimento de recursos que facilitam a navegação do cliente na sua loja, deve ser considerado para a otimização do e-commerce.

Os campos de busca, quando bem configurados, auxiliam o cliente a encontrar exatamente o que ele procura dentro do seu site.

Isso gera uma experiência mais positiva, além de apresentar suas mercadorias que atendem às demandas do comprador.

Um estudo da Convertcart descobriu que os visitantes que acessam um site e interagem com a barra de pesquisa têm 500% mais chances de conversão.

A pesquisa ainda mostrou que 43% dos usuários que acessam seu site vão para a barra de pesquisa.

Se isso não é razão suficiente para investir em um bom sistema de busca no seu site, nós não sabemos o que mais pode ser!

4. Inclua depoimentos e avaliações

Avaliações e depoimentos atuam como uma forma de prova social, demonstrando que outras pessoas já experimentaram o produto ou serviço e tiveram uma experiência positiva. 

Mas não para por aí, afinal, os depoimentos e avaliações fornecem informações valiosas sobre a experiência do cliente com a marca e com a mercadoria em si.

Ao compartilharem suas experiências, auxiliam os novos compradores a tomar decisões mais informadas, conhecendo os prós e contras do item em questão.

Por último, mas não menos importante, esse tipo de prova social contribui para reduzir a incerteza, oferecendo informações detalhadas e experiências reais de uso.

5. Seja claro quanto a preços e promoções

Seja transparente ao exibir preços, apresentar ofertas e promoções, disponibilizar parcelamentos e mais. 

Com tantas histórias de golpes, e com centenas de concorrentes no mercado, o cliente está cada vez mais atendo a detalhes e com medo de tomar uma decisão de compra ruim. 

Para diminuir essa insegurança, seja claro sobre o valor total do produto, o número de parcelas, o valor de cada parcela, se há juros ou não. 

Quando divulgar uma promoção, mostre o valor anterior, o percentual e o valor monetário do desconto e o valor final.

Pode parecer bobagem, mas cada uma dessas informações ajuda a diminuir as objeções do seu cliente e direciona ele para o final do funil de vendas.

6. Pense no botão de CTA

O botão de Call to Action (CTA) é extremamente importante no e-commerce por várias razões fundamentais que afetam a experiência do usuário, a conversão de vendas e o sucesso geral do negócio.

Agora, fala a verdade, quantas vezes você já parou para olhar com atenção como o seu botão de CTA está apresentado nas páginas de produtos do seu e-commerce? 

Acredite ou não, ele tem uma enorme importância no processo de otimização página de produto em busca de aumentar as vendas.

O ideal para tornar esse botão um parceiro da sua taxa de venda, é que ele tenha destaque e seja feito em outra cor, com outra fonte. 

O grande objetivo é que só ele, na página, pareça algo clicável de fato. CTAs como “adicione ao carrinho”, “compre agora” e “aproveite o desconto” funcionam muito bem!

7. Invista em SEO

O SEO é um conjunto de boas práticas que vão te ajudar a colocar as páginas do seu e-commerce, nas primeiras posições orgânicas de um resultado de pesquisa, em ferramentas como o Google. 

Logo, essas ações têm como missão ampliar o tráfego que chega até a sua loja virtual. Contudo, algumas técnicas para isso, também impactam na otimização da página.

Ou seja, o SEO interfere na criação de uma página inteligente de produto e isso também interfere no SEO. Em resumo, todo mundo sai ganhando!

Para alcançar bons resultados com essa relação, utilize palavras-chave relevantes no título, na descrição e nas tags de imagem para melhorar a visibilidade nos motores de busca.

Leia também: Dicas de SEO que Todo Empreendedor Pode Usar

8. Descreva e apresente garantias e políticas de devolução

Informe claramente sobre as políticas de garantia, troca e devolução, ajudando a criar confiança no processo de compra. Essa é uma prática imprescindível e oferece benefícios como:

  • transparência;
  • credibilidade;
  • tomada de decisão informada;
  • conforto na compra;
  • redução da incerteza do cliente;
  • satisfação;
  • diferenciação competitiva;
  • fidelização de clientes;
  • conformidade legal.

Lembre-se que independente das regras e condições que você praticar dentro da sua loja, a Lei do E-commerce, como é popularmente conhecida a lei n° 7962/2013, deve ser respeitada. Ela regula o comércio eletrônico no Brasil e é fundamental para garantir a operação adequada das lojas virtuais e evitar problemas legais.

Entre suas regras está que o consumidor que fizer uma compra online, tem até sete dias após o recebimento para devolvê-la, sem nenhuma necessidade de explicação. Após devolver a peça, ele deve ter seu dinheiro reembolsado.

Ficar por dentro dessas normas é fundamental para que a sua empresa não sofra com processos nem tenha a sua reputação abalada. 

9. Crie uma rotina de verificação da otimização

Novas páginas de produtos são inseridas a todo o tempo, e também retiradas no caso de algum produto esgotar ou sair de linha. 

Além disso, uma série de novas diretrizes e melhorias estão sempre aparecendo nos sistemas gestores de e-commerces, interferindo e exigindo mais das páginas. 

Portanto, é interessante para o e-commerce se for criada uma rotina de verificação de algumas páginas para garantir a otimização da página de produto.

Em outras palavras, não adianta fazer a otimização do e-commerce hoje e passar meses sem voltar.

Olhar as páginas de tempos em tempos, principalmente as mais antigas, e reotimizá-las com description e titles, novas imagens, mais informações, entre outros, é uma prática muito benéfica para o SEO do seu e-commerce, para a experiência do cliente e, consequentemente, nos resultados de vendas.

Além de ajudar a experiência do usuário, manter todas as tags corretas na plataforma faz com que seus produtos sejam melhor vistos pelos buscadores, aumentando a relevância de sua página e dos conteúdos para o blog, caso haja.

Junto com a otimização da página de produto, bons resultados para a sua loja virtual dependem de excelentes investimentos em anúncios, conteúdo e publicidade.

Para isso, você pode contar com o Pacote de Marketing Digital da GoDaddy. Com ele você tem acesso a todas as ferramentas necessárias para atrair compradores para o seu e-commerce e convertê-los. Crie e gerencie redes sociais, anúncios, emails e avaliações e mais! Acesse nossos recursos e comece gratuitamente!